"meu objetivo é intensificar a realidade"

Giovani Caramello

Autodidata, o artista iniciou sua carreira com modelagem 3D e buscou a escultura como forma de aperfeiçoar a técnica, despertando então o interesse pelo hiper-realismo.

O trabalho de Giovani aborda questões relacionadas ao tempo e a sua efemeridade, o artista propõe uma reflexão sobre o conceito de que tudo um dia cessa, seja um sentimento, uma experiência, uma fase, e a própria vida. Suas obras mostram que o único momento existente é o presente, e este também é efêmero, ele nos convida a pensar sobre a impermanência.

Único escultor hiper-realista brasileiro, Giovani ganhou notoriedade após recente crítica de seu trabalho publicado na Folha de S. Paulo (março/2015) e grande repercussão na mídia.

Já participou de exposições em espaços públicos e privados e tem obras em importantes coleções particulares.